Saúde

PLANO MUNICIPAL DE OPERACIONALIZAÇÃO DE VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19

Prefeitura de Mirador – MA

Secretaria Municipal de Saúde

Vigilância Epidemiológica

Coordenação do Programa Municipal de Imunização

 

 

 

 

PLANO MUNICIPAL DE OPERACIONALIZAÇÃO DE VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19

 

 

 

 

 

 

 

| 1ª edição |

 

 

 

 

 

 

Mirador – MA

22/01/2021

 

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

ESPII - Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional

ANVISA - Agência Nacional de Vigilância em Saúde

MS - Ministério da Saúde

PEI - Programa Estadual de Imunização

PMI - Programa Municipal de Imunização

SES -  Secretaria Estadual de Saúde

SMS - Secretaria Municipal de Saúde

UBS - Unidade Básica de Saúde

 

 

 

AGRADECIMENTOS

 

A Secretaria de Saúde de Mirador, vem por meio da Coordenação de Imunização, agradecer o empenho de todos os colaboradores que se dedicaram a consecução do Plano Municipal de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19.

Destaca-se que o desenlace dessa gigantesca Campanha, somente se dará quando da participação maciça de todas as parcelas da sociedade, avultando-se o trabalho de todos os evolvidos na execução do Plano Municipal de Vacinação.

Reiterando que a união de esforços coordenados pelo Sistema Único de Saúde é fundamental para o alcance dos objetivos e para superar o desafio de vacinar milhões de brasileiros que compõem os grupos prioritários no menor tempo possível.

 

 

 

 

Amanda Patrícia Martins Campos Fonsêca

Coordenadora de Imunização

 

 

 

Sumário

1.INTRODUÇÃO.. 5

2.SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA. 6

3.OBJETIVO DO PLANO.. 7

3.1 Objetivo Geral 7

3.2 Objetivos Específicos. 7

4. FASE OPERACIONAL COM OFERTA DE VACINAS DISPENSADAS PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE. 8

4.1 Públicos Prioritários por Etapa. 8

5. SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA REGISTRO DAS VACINAS. 11

6. ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO.. 12

7. ENCERRAMENTO DA CAMPANHA. 13

8. REFERÊNCIAS. 14

 

  1. INTRODUÇÃO

Considerando o Plano de Operacionalização do Ministério da Saúde e do Estado do Maranhão, que dispõem sobre as diretrizes para imunização contra a COVID-19, este plano municipal apresentará a estruturação para o recebimento das vacinas e o planejamento de todas as fases do processo de imunização conforme preconiza as diretrizes Ministeriais (BRASIL, 1975).

O plano objetiva instrumentalizar e orientar todas as ações municipais que serão realizadas, como uma forma de resposta ao enfrentamento da doença, uma vez que, essa é tida como Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII).

Salienta-se que as informações contidas neste plano serão atualizadas conforme o surgimento de novas evidências científicas, conhecimentos acerca das vacinas e cenário epidemiológico da COVID-19, em conformidade com os documentos orientadores do Ministério da Saúde e ANVISA.

 

 

  1. SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA

Desde que foi detectada pela primeira vez em Wuhan o SARS-COV-2, rapidamente se disseminou pelo mundo, vírus responsável pela COVID-19, sendo atualmente considerada a maior pandemia vivenciada pela humanidade. Segundo a Organização Mundial de Saúde, em dezembro de 2020 havia confirmado no mundo 67,7 milhões de caso de COVID-19, com registro de 1,5milhões de óbitos pela doença (BRASIL, 2020). O país apresentou até o dia 10 de janeiro de 2021, 8.080.080 milhões de casos confirmados com 202.745 mortes pela doença, com uma taxa de incidência de 3,8/100.000 hab. registrando uma taxa de letalidade pela doença de 2,5%.

No maranhão, até o dia 31 de dezembro de 2020, o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Maranhão divulgou 200.938 casos de COVID-19, 4.500 óbitos e 190.884 recuperados. O município de Mirador registrou seu primeiro caso da doença em 10 de maio de 2020 e o primeiro óbito em 24 de junho do mesmo ano. Até então, possui casos confirmados perfazendo um total de 1040 casos tendo entre esses 13 óbitos pela doença.

 

 

3. OBJETIVO DO PLANO

3.1 Objetivo Geral

Organizar todo o processo de imunização contra a COVID-19 no município de Mirador-MA, orientando os profissionais da saúde e população sobre todas as fases da campanha com definição do público alvo em cada uma das fases.

 

 

3.2 Objetivos Específicos

  • Apresentar a população-alvo e grupos prioritários para vacinação contra a COVID-19;
  • Informar a população os locais e forma de oferta da vacina;
  • Otimizar os recursos existentes por meio de planejamento e programação oportunos para a operacionalização da vacinação no município;
  • Instrumentalizar os serviços de saúde para a vacinação contra a COVID-19;
  • Articular estratégia de comunicação para orientação da população sobre a oferta da vacina;
  • Orientar profissionais e serviços de saúde para a vacinação contra COVID-19.

 

4. FASE OPERACIONAL COM OFERTA DE VACINAS DISPENSADAS PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE

Esta fase seguirá as diretrizes definidas pelo MS e SES, segundo as etapas estabelecidas para cada público alvo.

 

4.1 Públicos Prioritários por Etapa

            De acordo com o MS os grupos prioritários foram definidos seguindo orientações das áreas técnicas do Ministério da Saúde bem como dos colaboradores da Câmara Técnica Assessora (BRASIL, 2020). A população-alvo mencionada foram priorizadas segundo os critérios de exposição à infecção e de maiores riscos para agravamento e óbito pela doença. O escalonamento desses grupos populacionais para vacinação se dará conforme a disponibilidade das doses de vacina.

 

O quadro 01 a seguir estabelece o público prioritário do município a ser vacinada.

Fases

População-alvo

Trabalhadores de Saúde;

Pessoas de 75 anos ou mais;

Pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas;

População indígena aldeado em terras demarcadas aldeada, povos e comunidades tradicionais ribeirinhas.

Pessoas de 60 a 74 anos

Morbidades: Diabetes mellitus; hipertensão arterial grave; doença pulmonar obstrutiva crônica; doença renal; doenças cardiovasculares e cerebrovasculares; indivíduos transplantados de órgão sólido; anemia falciforme; câncer; obesidade grave (IMC≥40).

 

1º ETAPA DA 1º FASE

OBSERVAÇÕES

  • Trabalhadores da saúde;
  • Pessoas de 75 anos ou mais;
  • Pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, residentes em Residências Inclusivas (institucionalizadas);

 

Cabe esclarecer que TODOS os trabalhadores da saúde serão contemplados com a vacinação, entretanto a ampliação da cobertura desse público será gradativa, conforme disponibilidade de vacinas.

Destacamos que todas as pessoas a serem vacinadas devem OBRIGATORIAMENTE apresentar documento com foto, CPF e Cartão Nacional de Saúde (CNS), cartão de vacinas (caso o tenha) no ato da vacinação.

Tais documentos são necessários para o correto registro da vacina contra o COVID-19 junto ao Ministério da Saúde.

 

 

 

 

 

 

Quadro 02: Público-alvo e critérios para a disponibilização da vacina

População Alvo

Definição

Condicionantes

Trabalhadores da saúde setor privado

Aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde privada.

Os mesmos deverão se dirigir a UBS mais próxima.

Trabalhadores da Saúde do setor público.

Aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde pública.

A vacinação será realizada exclusivamente nos serviços de atuação. A estratégia visa evitar possíveis aglomerações.

Pessoas de 60 anos e mais

Deverão receber a vacina covid19 em conformidade com as fases pré-definidas

Os mesmos devem se dirigir a UBS mais próxima;

 Na zona rural e áreas de difícil acesso a equipe volante realizará a vacinação in loco.

 

Grupo com morbidades

Para indivíduos com morbidades já descritas, de acordo com a faixa etária indicada pela ANVISA.

Será necessário apresentar a prescrição médica especificando o

Motivo da indicação da vacina, que deverá ser apresentada no ato da vacinação; para esse público-alvo a vacinação será ofertada nas UBS a depender da faixa etária e condição clínica, podendo em alguns casos, ser aplicado a modalidade Drive Thur.

 

Trabalhadores Educacionais

Todos os professores e funcionários das escolas públicas e privadas.

 

Nessa estratégia será solicitado documento que

comprove a vinculação ativa do profissional com a escola ou apresentação de declaração emitida pela escola.

A vacinação será realizada nas respectivas unidades.

Pessoas com deficiência permanente severa

Serão considerados indivíduos com deficiência severa

 

Para esse público a oferta da vacina será realizada na modalidade drive thru

Forças de Segurança e Salvamento

Policiais federais, militares e civis; bombeiros militares e civis e, membros ativos das Forças Armadas (Exército e Aeronáutica)

Os mesmos devem se dirigir a UBS mais próxima, podendo ainda, ser realizada vacinação in loco a depender da disponibilidade do imuno.

Funcionários do sistema prisional

Demais funcionários, exceto agente de custódia e trabalhadores de saúde

 A vacinação

 Será realizada in loco pela ESF que faz cobertura da área

 

População privada de liberdade

População acima de 18 anos em estabelecimentos de privação de liberdade

A vacinação

 Será realizada in loco pela ESF que faz cobertura da área

 

 

 ESTIMATIVA DA POPULAÇÃO ALVO:

O registro de doses aplicadas durante a campanha nacional de vacinação contra a COVID-19 será de forma nominal/individualizado. Os mesmos deverão ser efetuados no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) em todos os pontos de vacinação da rede pública de saúde. Para as salas de vacina que não estiverem informatizadas e/ou sem uma adequada rede de internet disponível os dados deverão ser coletados e registrados em formulário contendo as nove variáveis mínimas padronizadas. São elas: CNES - Estabelecimento de Saúde; CPF/CNS do vacinado; data de nascimento; sexo; grupo-alvo (idoso, profissional da saúde, comorbidades, etc.); data da vacinação; nome da vacina/fabricante; tipo de dose; e lote/validade da vacina (BRASIL, 2020).

A informatização das doses aplicadas será realizado pelo SI-PNI localizado na sala de Imunização na UBS Mauricio Cabral, Avenida Central, Bairro Muriçoca /Mirador Ma.

Para orientar os profissionais quanto ao registro das doses aplicadas, será realizada capacitação de todos os profissionais que atuam em sala de vacinas que estarão aplicando o imunizante na população.

 

LOGíSTICA E MAPEAMENTO DA REDE FRIO MUNICIPAL

 

  • A principio as primeiras doses (publico prioritário) serão realizadas na UBS Mauricio Cabral, sendo que posteriormente as doses (sequenciamento do público alvo) serão distribuídas nas 02 (duas) UBS Sede, Vila Cabral e Maria José Gomes Carvalho, totalizando 03 UBS sede;
  • Os pacientes acamados serão atendidos pelas Equipes do PSF a qual pertence suas áreas;
  • Os demais públicos a vacinação será ofertada nas UBS a depender da faixa etária e condição clínica, podendo em alguns casos, ser aplicado a modalidade Drive Thur.

 

 

6. ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO

  • Informar as medidas e estratégias a serem adotadas pelo Plano Municipal a toda comunidade;
  • Divulgação intensa de materiais informativos sobre o processo de vacinação, públicos-alvo e locais de oferta da vacina;
  • Monitorar as redes sociais, blogs e outros meios de comunicação para esclarecer rumores, boatos, informações equivocadas (fake news);
  • Manter atualizado no site da Prefeitura Municipal de saúde as ações realizadas bem como os boletins periódicos semanais sobre as metas vacinais;
  • Promover entrevistas com os veículos de comunicação e estabelecer parcerias com os mesmos para esclarecimentos acerca da vacinação.

 

7. ENCERRAMENTO DA CAMPANHA

 

Seguindo diretrizes orientadoras do Ministério da Saúde e do Estado, do Maranhão durante toda a campanha o município realizará monitoramento constante, por meio de relatórios e acompanhamento dos indicadores de coberturas vacinais.

O monitoramento e avaliação de toda a campanha subsidiará o município para ações assertivas e o alcance dos resultados pretendidos.

 

 

8. REFERÊNCIAS

 

BRASIL, Lei nº 6.259, de 30 de outubro de 1975. Dispõe sobre a organização das ações de Vigilância Epidemiológica, sobre o Programa Nacional de Imunizações, estabelece normas relativas à notificação compulsória de doenças, e dá outras providências.

BRASIL. Ministério da Saúde. Plano nacional de operacionalização da vacinação contra a COVID-19. Brasília, 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Painel Coronavírus. Disponível em https://COVID.saude.gov.br/. Acesso em 10 de janeiro 2021.

 

 

 

 

 

Mais em Saúde


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!

Prefeitura Municipal de Mirador

PREFEITURA MUNICIPAL DE MIRADOR

Endereço: RUA JORNALISTA MARITONIO MEIRE, 22 \ CENTRO \ MIRADOR - MA \ CEP: 65850000

Horário de atendimento: 08:00 às 13:00

Contato: (99)98824-7622